Direitos de grávidas - Parte 4: Ir muito ao banheiro

Grávidas têm direitos especiais que vão muito além da preferência na fila. Confira a parte 4/7 para você abusar sem culpa. 

 

De cinco mililitros. Sim, esta é a sensação que têm de sua bexiga na gravidez, acaba de sair do banheiro, senta-se e já sente vontade outra vez. Não é só impressão, você precisa mesmo fazer mais xixi enquanto o barrirão cresce. Por isto, ao se apurar, lembre-se que como grávida você pode:

 

4 IR AO BANHEIRO DOS HOMENS OU FAZER XIXI EM ÁRVORES

A psicóloga Sav Marie, 35 anos, foi alertada do “direito” de usar o banheiro masculino sem culpa por uma colega de trabalho na gestação do filho João, 2 anos. No hospital onde trabalhavam, o banheiro feminino vivia cheio. “Um dia, estava quase chorando de vontade de fazer xixi e ela, que é mãe de duas crianças, disse: ‘Vá ao masculino! Banheiro é tudo igual’”, lembra Sav. Já a naturóloga Mônica Di Giovanni, 26, flexibilizou ainda mais essa nova regra: fez xixi em uma árvore do parque onde corria. “Um casal me olhou surpreso e eu disse que o bebê estava apertado.” Mônica estava no sétimo mês de gestação de Leonas (hoje com 10 meses), fase em que a bexiga já está super comprimida e os intervalos entre as idas ao banheiro são mais curtos. Segundo o obstetra Eliezer Berenstein, a gestante também troca o líquido amniótico a cada oito horas, o que faz com que tenha três vezes mais vontade de ir ao banheiro do que uma mulher que não está grávida. Mas, atenção: se a necessidade constante de urinar estiver acompanhada de febre e dor no baixo ventre, pode ser sinal de infecção urinária. “Para evitá-la, a grávida tem que beber muita água, alimentar-se bem e não segurar o xixi, porque a urina é um meio de cultura para as bactérias que provocam a doença”, explica a obstetra Daniela Gouveia.

 

(Redação Progênese com Crescer. Foto: Ilustração Abê Studio Criativo)

 

Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2016
Voltar
fb.com/progenese
|
46 3220 2969
|
Av. Brasil, nº450, sala 1002 - 10º andar, Ed. Max Saúde.